Osteopatia

É um sistema de avaliação e tratamento, que visa restabelecer a função das estruturas e sistemas corporais, agindo através da intervenção manual sobre os tecidos (articulações, músculos, fáscias, ligamentos, cápsulas, vísceras, tecido nervoso, vascular e linfático).

 

Os principais sintomas com indicação de tratamento são:

 

• Osteopatia Estrutural: alterações da coluna vertebral como as protusões e hérnias discais, ciáticas, torcicolos, lombalgias agudas ou crônicas, vertigens, neuralgias cervicobraquiais; atua nas inflamações e dores dos membros como tendinites (LER/DORT), dores miofasciais, bursites; problemas articulares gerais como entorses e traumas, e em patologias  de caráter musculoesquelético.

• Osteopatia Visceral: hérnia de hiato, ptoses viscerais, asma brônquica, constipação intestinal e refluxo (inclusive em bebês), distúrbios hepatobiliares, alterações cardíacas, distúrbios renais, alterações do ciclo menstrual, queda da imunidade, entre outras.

• Osteopatia Craniana: cefaléias e enxaquecas, distúrbios visuais e auditivos, disfunções da articulação têmporo-mandibular (ATM), distúrbios de deglutição, alterações digestivas (pela inervação do nervo vago), alterações vestibulares, alergias, rinites e sinusites, otites, dores crônicas, torcicolo congênito em bebês, etc.

 

 Indicação:

  • Hernia de hiato

  • Ptoses viscerais

  • Asma brônquica, pneumonia

  • Constipação intestinal

  • Distúrbios hepatobiliares

  • Alterações cardíacas

  • Distúrbios renais

  • Alterações do ciclo menstrual ou síndrome pré-menstrual

  • Alterações hormonais

  • Queda da imunidade

  • Patologias sistêmicas de origem visceral